Top

Energia Solar Fotovoltaica e Energia Solar térmica: Quais são as diferenças?

A energia solar fotovoltaica é a obtida através da conversão direta da luz solar em eletricidade, através de células fotovoltaicas, que normalmente são constituídas de silício. Esta energia captada passa por equipamentos que transformam essa corrente contínua em energia elétrica de corrente alternada, para que ela fique com as características ideais para o consumo.

O sistema fotovoltaico pode ser On-Grid ou Off-Grid. No On- Grid o sistema está conectado com a rede pública de energia. Já no sistema Off-Grid não existe essa conexão, a unidade se torna autossuficiente energeticamente, e a energia captada é armazenada em um banco de baterias. É a solução ideal para locais isolados.

No Brasil, os principais incentivos à energia solar fotovoltaica On- Grid foram a isenção do ICMS sobre a energia excedente do sistema e a Resolução Normativa 482/2012 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), com novas regras de aprimoramento em março de 2016.

A REN 482/2012 permite que o consumidor brasileiro possa gerar sua própria energia elétrica a partir de fontes renováveis e fornecer o excedente para a rede de distribuição de sua localidade. Quando o sistema de geração distribuída gerar mais do que consumir, são disponibilizados créditos de energia, válidos por 60 meses.

Para saber o potencial de captação solar da sua edificação, existe uma ferramenta gratuita criada pelo Instituto Ideal e a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, chamada Simulador Solar.

Energia solar térmica
A energia solar térmica, também conhecida como aquecimento solar, utiliza a energia sol para aquecer um fluido. Energia Solar Fotovoltaica e Energia Solar térmica.

É uma tecnologia mais difundida no Brasil, por ter um custo muito mais acessível. Sua aplicação mais comum é para aquecer a água do banho, dispensando o uso de chuveiros elétricos. Mas também é usada em aquecimento de ambientes, geralmente em países frios, e em processos industriais. O sistema funciona através de coletores solares que aquece o fluído dos tubos internos, que posteriormente é acumulado em um reservatório térmico, o boiler.

Potencial da energia solar no Brasil O Brasil tem um enorme potencial para aproveitar a energia do sol. Diariamente incide entre 4.444 Wh/m² a 5.483 Wh/m² no país, segundo o Atlas Brasileiro de Energia Solar. Isso quer dizer que, o local com menos incidência solar no Brasil é melhor do que o local mais ensolarado da Alemanha, um dos pioneiros no uso dessa energia. Além disso, o Brasil possui uma das maiores reservas de silício do mundo, material principal das células fotovoltaicas.

Fonte: Site SustentArqui 

Share